Um gestor bem informado está sempre em busca de formas para otimizar processos e aproveitar, da melhor maneira possível, os recursos disponíveis. Entre os principais pontos a serem observados, está a emissão NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) e NFC-e (Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica), que podem ser usadas para controle da circulação de mercadorias, como também para controle fiscal e jurídico.

É muito importante que o lojista esteja atento e bem informado em relação ao assunto para conseguir melhores resultados, assim como evitar problemas legais, que acabam resultando em prejuízo para os negócios.

Neste artigo, vamos falar sobre o tema e abordar a importância e as vantagens de se emitir a NF-e e NFC-e em seu estabelecimento. Continue e leitura e acompanhe.

O que é a NF-e e NFC-e?

A nota fiscal eletrônica é um documento que facilita a rotina do empresário, assim como a relação do estabelecimento com o consumidor, uma vez que torna o processo de emissão desse documento mais ágil, organizado e transparente.

Já a NFC-e também é um documento fiscal, porém é relacionada a compras feitas pelo consumidor final, podendo substituir o documento fiscal impresso.

Além disso, a NF-e e NFC-e têm valores jurídico e fiscal, prevenindo, assim, possíveis problemas com a Receita Estadual e Federal. Entre as principais vantagens estão:

  • profissionalização dos negócios: é vantajoso principalmente para pequenas empresas, que podem se beneficiar do recurso e aumentar sua credibilidade junto a seus clientes;
  • economia de custos: a NF-e pode ser enviada por e-mail para o cliente;
  • ganho de espaço na empresa: como a NF-e é armazenada digitalmente, não há necessidade de grandes espaços físicos e pastas para guardá-la.

Como emitir de maneira fácil e organizada a NF-e e NFC-e?

Para otimizar o processo de emissão da NF-e e NFC-e, é indicado adotar as seguintes medidas.

Adote uma gestão eficiente

É importante que o profissional responsável controle todas as etapas do processo a fim de garantir que todos os pagamentos e demais obrigações sejam efetuados dentro dos prazos ou mesmo evitar que eles se percam.

Faça backups dos dados

O armazenamento das notas fiscais eletrônicas deve ser feito de maneira eficiente, por isso é importante fazer backups constantes dos dados para garantir que o histórico de transações não seja perdido.

Mantenha a organização

Para ter um controle adequado do processo de vendas, é preciso manter um gerenciamento organizado. Para atingir esse objetivo, é indicado armazenar os registros de NF-e e NFC-e em um local específico e seguro.

O uso de um software pode ajudar?

A resposta é: sim!

O uso de um software de gestão não só é útil como indicado, uma vez que ele promove um gerenciamento integrado, que torna o processo de emissão de notas automatizado. Outra vantagem importante é a agilidade e independência conferidas ao setor financeiro, que passa a dispor de mais tempo para a realização de outras tarefas.

Um software muito eficiente para essa função é o sistema OPaf, que realiza toda a tarefa de emissão das NFC-e e funciona como um software complementar do ERP. Esse PDV local mantém comunicação constante com o sistema de retaguarda, funcionando como um sistema de contingência, no caso de queda da internet.

Neste artigo, falamos sobre a importância de o gestor se manter bem informado sobre a emissão NF-e e NFC-e a fim de obter as vantagens de seu uso. Com conhecimento e um planejamento bem alinhado é possível ganhar tempo e tornar os processos mais práticos e consistentes.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o tema, que tal aprofundar seu conhecimento, acessando outro artigo do nosso blog: Sistema OPaf: O PDV que pode ser utilizado em qualquer estado do Brasil, ou saber mais sobre o Sofstore, um sistema que simplifica e dinamiza a gestão da sua empresa!