Acompanhar os indicadores de desempenho da empresa é fundamental para garantir seu crescimento. Isso porque, esses números de gestão ajudam a identificar pontos de melhorias em todo o negócio, desde mudanças no mix de produtos até a análise da necessidade de treinamentos do time de vendedores.

Ao contrário do que muitos pensam, determinar os melhores indicadores e fazer seu acompanhamento pode ser uma tarefa muito simples e fácil para o gestor. Existem ferramentas de gestão disponíveis, que automatizam esses cálculos e facilitam sua análise.

O que são indicadores de desempenho?

Indicadores são informações que medem o desempenho de processos, e permitem acompanhar sua evolução ao longo do tempo. São utilizados para medir a eficiência e a eficácia e quando padronizados, permitem a comparação de resultados entre diferentes players (ou empresas). São tão importantes no processo de gerenciamento de empresas, que normalmente são chamados de ferramentas de gestão.

Um indicador é composto por uma relação entre duas ou mais métricas, sendo que estas são entendidas como unidades de medidas que sozinhas dizem alguma coisa. Exemplos de métricas são número de vendas ou compras realizadas, o valor total vendido, a quantidade de peças em estoque, a quantidade de peças vendidas, etc. Exemplos de indicadores são número de peças por venda, valor médio de vendas, preço médio das peças vendidas, etc.

Todo indicador precisa de parâmetros para guiar sua análise e determinar se o resultado alcançado está adequado ou não. Esses parâmetros são determinados levando em conta valores mínimos, máximos e metas. Normalmente só se utiliza dois desses parâmetros, que podem ser mínimo e meta (ex. vendas por dia), meta e máximo (ex. erros na entrega por mês) ou uma combinação entre eles.

Todo indicador deve ter um período estabelecido para seu acompanhamento, que pode ser diário, semanal, mensal, trimestral, semestral ou até anual. Isso traz tranquilidade ao analisar os números e abertura para a criação de ações de melhoria ou de correção.

Agora que você já sabe o que são, listamos 5 indicadores de desempenho para acompanhar no seu negócio e garantir os melhores resultados. Confira!

1. Venda líquida

A venda líquida do período pode ser definida como o total de vendas da empresa, subtraído as devoluções, trocas e cancelamentos. Avaliar esse número ajuda a compreender a eficiência da sua gestão, qualidade dos produtos e treinamento dos vendedores.

2. Ticket médio

O ticket médio ajuda a compreender o comportamento de compra de seus clientes, se sua equipe de vendas está bem preparada ou se é necessário tomar medidas de melhorias na gestão.

Esse indicador representa o quanto, em média, seus clientes gastam por cada venda realizada. Ele é dado pelo valor total das vendas de um período, dividido pelo número de vendas no mesmo intervalo de tempo.

Quando esse item está abaixo da meta, é necessário pensar em atividades que incentivem o crescimento do valor, como mudanças no mix de produtos. Além disso, quando a meta é alcançada, é indicado reconhecer o trabalho de seus vendedores, valorizando seu esforço.

3. Preço médio

preço médio pode ser entendido como o valor médio cobrado pelos seus produtos. Seu cálculo é dado pela divisão do valor total das vendas pela quantidade total de unidades vendidas, dentro de um período.

Sua análise permite identificar quais os itens do seu mix são mais vendidos, e quais são os ativos parados no estoque. Além disso, é possível compreender o perfil dos seus clientes, se eles estão mais interessados por itens de determinada categoria, marca ou valor, melhorando os investimentos em produtos vendidos.

O cálculo feito para cada vendedor permite identificar as diferenças entre eles. Compreendendo quais profissionais precisam melhorar suas estratégias de venda, e quais ações são utilizadas pelos vendedores que produzem um faturamento maior para a empresa.

4. Peças por venda

O indicador de desempenho peças por venda, também conhecido como peças por atendimento é definido pela divisão do número total de unidades vendidas, pelo quantidade total de vendas realizadas. Esse valor mostra o quanto os vendedores conseguem ser efetivos em vender peças adicionais àquilo que o cliente foi comprar.

5. Taxa de conversão

Por fim, a taxa de conversão é um indicador dado pelo número de vendas realizadas, dividido pelo número de atendimentos realizados no período.  Esse número é importante pois pode indicar potenciais problemas de abordagem da equipe de vendas, ou sobre a adequação do mix de produtos para vendas ao interesse das pessoas que frequentam a loja ou ainda dar indícios se preço praticado está atraente para o consumidor.

A utilização desses indicadores facilita a gestão da empresa, permite a criação de ações para melhorar os resultados e o acompanhamento dos resultados decorrentes das ações criadas. Por isso o acompanhamento periódico dos indicadores é fundamental para identificar e tratar potenciais desvios no desempenho ou aproveitar melhor oportunidades identificadas.

Agora que você já conhece quais indicadores de desempenho deve acompanhar para garantir melhores resultados no seu negócio, conheça um pouco mais o sistema que automatiza o cálculo e acompanhamento desses e de vários outros indicadores no seu negócio.

Entre em contato agora mesmo.