Organização de estoque: está aí um dos aspectos mais importantes no que se refere à sustentabilidade de um negócio. Diretamente relacionada ao sucesso das vendas e à satisfação dos clientes, engana-se quem pensa que essa atividade se resume apenas ao armazenamento das mercadorias.

Pensar dessa forma é um erro, algo bastante comum principalmente nas empresas de pequeno e médio portes. O ponto a destacar, nesse caso, é que um bom controle de estoque contribuirá para a redução de custos, a assertividade dos produtos de maior e menor saída e, consequentemente, o aumento das vendas.

Para isso, não há nada melhor do que a tecnologia, mais especificamente, a utilização de um sistema de gestão. É a partir de então que será possível contabilizar o inventário e automatizar os processos.

De qualquer maneira, neste artigo apresentaremos 5 dicas para uma organização de estoque eficiente. Não perca esta leitura em hipótese alguma. Confira!

1. Desenvolva um plano de armazenamento

O primeiro passo para a boa organização do estoque é desenvolver um plano de armazenamento. Levando em consideração que você possui uma loja de roupas, identifique os produtos com maior giro e os posicione de modo a facilitar a reposição: os itens com menor volume de saída e também os sazonais podem ser dispostos nas áreas com menos tráfego.

2. Instaure processos e rotinas de controle

Se você não instaurar processos e rotinas de controle, a chance de ter problemas com o seu estoque aumenta. Essa atitude é fundamental para que você possa prestar um melhor serviço ao cliente.

Nesse sentido, a ideia é simples: verifique as quantidades dos produtos a cada “X” horas ou dias, dependendo da realidade do seu negócio. E não se esqueça do que mencionamos no início do artigo: use a tecnologia a seu favor.

3. Acompanhe o fluxo de vendas

É claro que o acompanhamento do fluxo de vendas não poderia ficar de fora dessa lista. Como você saberá quais são as peças que vendem mais ou menos? Portanto, ter esse conhecimento é fundamental para que entenda a frequência de reposição de cada uma delas.

O mesmo vale para a escolha dos produtos das novas coleções, uma vez que, ao conhecer quais são os itens de maior movimento, você terá menos dificuldade para escolher o que comprar, concorda?

4. Estabeleça uma programação de compra

Para uma melhor organização de estoque, estabeleça uma programação de compra. Vale salientar que esse planejamento vai depender de fatores como o tempo de entrega dos fornecedores, a previsão de vendas para as próximas semanas ou meses, o fluxo e as quantidades do momento.

Em resumo, essa questão é altamente variável. Porém, programar as compras e não deixá-las para a última hora é uma obrigação.

5. Invista em um software de gestão

Por último, invista em um software de gestão, de preferência em um que seja mais direcionado ao seu nicho de atuação. Por que fazer isso? Porque, como já mencionamos, esse tipo de solução é capaz de contabilizar o inventário e automatizar os processos.

Ao utilizá-lo, você poderá configurá-lo para enviar alertas quando um produto estiver acabando, indicando que deve ser reposto. Enfim, as possibilidades são inúmeras, perfeitas para dar a agilidade e a segurança que tanto se busca na organização de estoque.

Se você quiser saber mais e deseja conhecer as funcionalidades desse sistema, entre emcontato com a nossa equipe. Estamos prontos para atendê-lo e tirar todas as suas dúvidas!